sábado, 31 de julho de 2010

Noel Rosa - Palpite infeliz

 Uma ótima música do Noel, que completa 100 anos de nascimento neste ano. Abaixo a letra e o vídeo:

Quem é você que não sabe o que diz?
Meu Deus do Céu, que palpite infeliz!
Salve Estácio, Salgueiro, Mangueira,
Oswaldo Cruz e Matriz
Que sempre souberam muito bem
Que a Vila Não quer abafar ninguém,
Só quer mostrar que faz samba também

Fazer poema lá na Vila é um brinquedo
Ao som do samba dança até o arvoredo
Eu já chamei você pra ver
Você não viu porque não quis
Quem é você que não sabe o que diz?

A Vila é uma cidade independente
Que tira samba mas não quer tirar patente
Pra que ligar a quem não sabe
Aonde tem o seu nariz?
Quem é você que não sabe o que diz?

domingo, 25 de julho de 2010

Relações comerciais em relacionamento??

 Tem pessoas que se interessam pelas outras somente por bens materiais. Segue uma história bastante interessante:
  Uma mulher escreveu pedindo dicas sobre como arrumar marido rico. Só isso já é engraçado, mas o melhor da história é que um cara deu a ela uma resposta bem fundamentada.

Dela:
“Sou uma garota linda (maravilhosamente linda) de 25 anos. Sou bem articulada e tenho classe.
Estou querendo me casar com alguém que ganhe no mínimo meio milhão de dólares por ano. Tem algum homem que ganhe 500 mil ou mais neste site? Ou esposas de gente que ganhe isso e possa me dar algumas dicas?
Já namorei homens que ganham por volta de 200 a 250 mil, mas não consigo passar disso, e 250 mil não vão me fazer morar em Central Park West.
Conheço uma mulher da minha aula de ioga que casou com um banqueiro e vive em Tribeca, e ela não é tão bonita quanto eu, nem é inteligente. Então, o que ela fez de certo que eu não fiz? Como eu chego ao nível
dela?’
Rafaela S.


Dele(responsta de um provavel homem rico):


‘Li sua consulta com grande interesse, pensei cuidadosamente no seu caso e fiz uma análise da situação. Primeiramente, não estou gastando o seu tempo, pois ganho mais de 500 mil por ano.
Isto posto, considero os fatos da seguinte forma: o que você oferece, visto da perspectiva de um homem como você procura, é simplesmente um péssimo negócio.
Eis o porquê: deixando as firulas de lado, o que você sugere é uma negociação simples. Você entra com sua beleza física e eu entro com o dinheiro.
Proposta clara, sem entrelinhas.
Mas tem um problema. Com toda certeza, a sua beleza vai decair e um dia acabar, e o mais provável é que o meu dinheiro continue crescendo. Assim, em termos econômicos, você é um ativo sofrendo depreciação, e
eu sou um ativo rendendo dividendos. Você não somente sofre depreciação como essa depreciação é
progressiva, sempre aumenta !
Explicando, você tem 25 anos hoje e deve continuar linda pelos próximos 5/10 anos, mas sempre um pouco menos a cada ano, e de repente, se você se comparar com uma foto de hoje, verá que já estará um caco. Isto é, você está hoje na ‘alta’, na época ideal de ser vendida, não de ser comprada.
Usando o linguajar de Wall Street, quem a tem hoje deve tê-la em ‘trading position’ (posição para comercializar), e não de ‘buy and hold’ (compre e retenha), que é o para quê você se oferece…
Portanto, ainda em termos comerciais, casamento (que é um ‘buy and hold‘) com você não é um bom negócio a médio/longo prazo, mas alugá-la pode ser, e, em termos sociais, um negócio razoável de que podemos cogitar é namorar.
Cogitar…
Já cogitando, e para certificar-me do quão ‘articulada, com classe e maravilhosamente linda’ você seja, eu, provável futuro locatário dessa ‘máquina’, quero o que é de praxe: fazer um ‘test drive…’
Peço marcar.’

terça-feira, 20 de julho de 2010

segunda-feira, 19 de julho de 2010

A raiz de todos os males: o dinheiro

 "O dinheiro muitas vezes põe a nu nossas trágicas falhas humanas, é como um holofote sobre o que não sabemos." (Robert Kyiosaki)

 Muitos dizem que o dinheiro é a "raiz de todos os males". Concordo até certo ponto, olhando de uma forma superficial para a situação. De forma mais profunda, essa "filosofia" pode gerar uma discordância na mente de uma pessoa: "Ora se o dinheiro é a raiz de todos os males... não vou ter dinheiro, vou trabalhar por trabalhar e estar bem!"
 Mas não é assim que a situação funciona...
 Esse post poderia ser bastante longo, mas é melhor ir por partes a respeito de algo que acontece. Talvez a razão de todos os males não seja o dinheiro em si, mas o significado que damos a isso. Pra quê você vai querer dinheiro? Por segurança, prazer, poder ou algum outro estado de espírito? Será que a raiz de todos os males não reside nas entranhas do coração humano?
 Logo, podemos ver outro problema também: uma incongruência ou discordância em relação a esse dito popular. Muitos trabalham para ter dinheiro, entretanto há o receio de se tornarem algo totalmente desconhecido até para si próprio. Confuso não? É uma forma de proteção, ter dinheiro mas logo gastá-lo como uma forma de se manter em uma certa "zona de conforto", afinal é melhor ser pobre do que ser rico concorda?
 Esse é um assunto demasiado complicado falar. Preciso de tempo para amadurecer muitas idéias a respeito de algo tão controverso na mente e atitudes do homem, mas espero ter sido claro na medida do possível. Os paradigmas ou crenças populares podem entrar em conflito com muitas atitudes. Logo, nós, pobres mortais, ficamos em uma montanha-russa de estados emocionais e talvez nem prestemos atenção a isso.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

John Denner - um exemplo na música

 Um cara, que particularmente, se tornou atualmente um dos meus exemplos de vida foi esse cara chamado John Denner. Ele realmente é um músico que segue o seu próprio caminho não se importando com os padrões. Imagino o poder interno que ele carrega dentro de si que possibilitou a ele vencer todos os obstáculos na música. Com vocês, John Denner:

terça-feira, 13 de julho de 2010

Dia do Rock

 Não ia postar nada hoje, mas me lembrei que hoje é um dia muito especial. Meu amigo Rock completa não sei quantos anos (acho que é 50 anos). De qualquer forma, é um dia em que paramos para ver as raízes desse estilo, estilo cuja expressão é forte e pesada como uma enorme pedra. Com palavras fica difícil de expressar... só colocando um vídeo do que acredito que seja a origem, aonde o Rock foi considerado Rock e aonde alguém foi chamado de rei do Rock & Roll.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Objetivo de vida



 Pense no que você é hoje, aonde você se encontra em sua vida neste exato momento? Pra onde você quer ir? Pra onde está indo? É assim que você deseja viver pro futuro?

Pra quem não tem um caminho qualquer caminho serve
 O ser humano está em constante interação com o ambiente e muitas vezes, os estímulos recebidos possam afetar no objetivo ou sonho que uma pessoa possua. Então vêm respostas tais como "você não vai conseguir" ou "desiste, isso é muito difícil". Como essas respostas podem ser interpretadas? Será que é válido viver de acordo com essas crenças?
 Crença. Talvez seja uma das palavras chave, aquilo que direciona a pessoa a um resultado frustrante ou de sucesso. A crença pode produzir diferenças enormes entre as pessoas, alguém que acredita em seu objetivo irá encontrar recursos necessários para alcançá-los, alguém que possui uma crença forte. Os que tem uma crença fraca, qualquer tempestade, vendaval, qualquer ação ou reação do ambiente em relação a uma atitude irá modificar de alguma forma essas crenças.
 É uma escolha pessoal, é como dirigir um carro. É sua escolha continuar na pista, escolher pra onde ir ou até mesmo na falta de caminhos, como dizem, qualquer caminho serve, até mesmo em direção ao poste ou a uma parede.

domingo, 11 de julho de 2010

O polvo é o cara!!!

 E não é que o polvo acertou? Esse bicho já é o novo popstar da Espanha... pense bem antes de ir para um restaurante e comer algum bicho do mar!

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Guerra contra o terrorismo

 Depoimento de um soldado ao retornar da guerra contra o Iraque, falando sobre o terrorismo. Bom pra refletir... e, bem... pra ele falar sobre terrorismo, tem que ter bastante culhão.

Frases e procedimentos para sobreviver a uma mulher com TPM



Você chega em casa com aquela fome...

PERIGOSO
: O que tem pro jantar?
SEGURO
: Posso te ajudar com o jantar?
SEGURÍSSIMO
: Onde você quer ir pra jantar?
ULTRA-SEGURO
: Aqui, come esse chocolate.

Vocês vão a uma festa e ela diz: Amor já estou pronta...


PERIGOSO
: Você vai vestir ISSO?
SEGURO
: Nossa, você fica bem de marrom!
SEGURÍSSIMO
: Uau! Tá uma gata!
ULTRA-SEGURO
: Aqui, come esse chocolate.

Ela diz: Como você é grosso!


PERIGOSO
: Tá nervosa por quê?
SEGURO
: Tudo bem que eu poderia ter avisado, assumo meu erro!
SEGURÍSSIMO
: Vem, deixa eu te fazer um carinho...
ULTRA-SEGURO
: Aqui, come esse chocolate.

Na hora daquele super almoço de domingo...


PERIGOSO
: Será que você devia comer isso?
SEGURO
: Sabe, ainda tem bastante maçã.
SEGURÍSSIMO
: Quer um copo de vinho pra acompanhar?
ULTRA-SEGURO
: Aqui, come esse chocolate.

Você chega em casa tarde, e ela está sentada no sofá...


PERIGOSO
: O que você fez o dia todo?
SEGURO
: Espero que você não tenha trabalhado demais hoje amor.
SEGURÍSSIMO
: Adoro quando você usa esse baby doll!
ULTRA-SEGURO
: Aqui, come esse chocolate.

E algumas definições para
TPM:


TPM
= Todos os Problemas Misturados
TPM
= Tendências a Pontapés e Murros
TPM
= Temporada Proibida para Machos
TPM
= Tocou, Perguntou, Morreu
TPM
= Tente no Próximo Mês
TPM
= Tempo Pra Meditação
TPM= Treinadas para matar

quinta-feira, 8 de julho de 2010

O novo esporte do momento (baseado no parkour)

 Taí um novo esporte que promete fazer sucesso! Derivado do parkour, ai vai o vídeo do youtube:



 Sensacional não, são momentos que com certeza um esportista deste estilo não irá se esquecer!
 É pra ser humor ou drama? Youtube serve pra essas coisas

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Metáfora de vida: Que tal umas compras? (parte 3)


 Essa loja não está cheia de atendentes, caixas ou placas anunciando promoções. Tem apenas um vendedor, alguns itens e uma fila de clientes felizes se enfileirando para comprar, e esse vendedor está contente quando faz isso. Ele não está tentando desesperadamente convencer a todos para comprar seu conteúdo ou desesperadamente competir com todos usando as mesmas técnicas de vendas e bônus. Ele está simplesmente relaxando.
 Na verdade, esle não está vendendo as mesmas coisas que você. Os produtos dele parecem diferentes. há algo neles que os fazem ficar mais valiosos, mais completos do que qualquer coisa em sua loja. Então, você chega a esse vendedor e pergunta sobre seus produtos.
 "Esses aparelhos eletrônicos são o único do seu tipo no mundo. Muitas pessoas não gostam deles. Mas aqueles que gostam, com certeza amam eles. Na verdade, os produtos se vendem. Você está interessado? Legal! Mas vamos ter certeza que você vai amar. Preciso descobrir um pouco mais sobre você primeiro. Aqui (ele lhe entrega um papel com uma lista de nomes gravados), ponha seu nome na lista e escreva o que está disposto a oferecer, e se você é o tipo certo para os meus produtos e eu amaria te vender um deles."
 Esse cara não esta tentando vender a mesma coisa que todos estão ou aplicando técnicas de vendas, não está sendo nem um vendedor... mas sim um cliente. E, na verdade, não precisa de nenhum desses truques mirabolantes. Ter técnicas de vendas de certa forma não vai te dar todos os clientes de qualquer forma mas, o que estão interessados, estão muito dispostos a ter seu conteúdo, eles conhecem o valor, o quão raro é, e estão dispostos a lutar por ele.

 Utópico? Será que há alguma comparação com a vida? Tire suas conclusões...